© 2019 por Inspirando Jovens de Sucesso - Embaixadores IJS -  Youth Assembly - ONU 2019

Adilson Rodrigues Junior

Sou formado pela faculdade de Direito de Sorocaba e Pós graduado em Gestão Pública pela Unesp-SP. ODS: Educação de Qualidade; Reduçao de Desigualdade; Paz Justiça e Instituiçoes Fortes.

ODS 4 Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

É inegável que a grande base para sociedades fortes, organizadas e bem sucedidas, passa por uma educação de qualidade. Um povo educado no sentido literal da palavra, é um povo que pensa, raciocina e EVOLUI. Faço parte de um grande projeto na minha cidade, encabeçado pelo Rotary International, chamado “RODA DO APRENDIZADO” – Um debate com educadores e a sociedade civil para problematizar e discutir soluções para a educação na nossa sociedade. O grande gargalo de países menos desenvolvidos, não por outro motivo, costuma ser a educação. Dela se deriva todos os outros problemas do meio. Hoje o acesso as informações e dados, com o advento das novas tecnologias é rápido e eficaz. O mundo hoje conecta-se em questão de segundos. Muitos profissionais, dedicados a área da educação são proativos por natureza para transmitir seus conhecimentos. Eu, em sendo da iniciativa privada, posso dizer com certeza: A iniciativa privada, seja ela qual o seguimento de atuação for, é a principal interessada no fortalecimento e evolução da sociedade. Nesse ponto, as ferramentas temos: Gente/ Instituições interessadas em investir e firmar parcerias nesse segmento. Tecnologia para conectar o mundo em segundos, e profissionais dispostos a transmitir conhecimentos. Muito trabalho para construir pontes com essas 3 frentes, para evoluir e aprender !

ODS 10 Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles

Se por um lado, há muita gente que padece de falta de educação de qualidade, há também muita gente boa, preparada e que não tem oportunidades, não porque essas são escassas, mas por razões como: preconceito contra cor e opção sexual principalmente. Vivemos, numa sociedade extremamente racista e segregada. Se por um lado há uma evolução positiva nessa questão, ainda há muito o que se fazer. Há uma grande quantidade de pessoas que por opção sexual, e cor ainda estão fora do mercado de trabalho, e das melhores oportunidades, mas que possuem potencial para tal. O incentivo, as campanhas de conscientização , e a tentativa, ainda que lenta de mudança do pensamento da grande massa da população, pode e deve em médio prazo diminuir drasticamente essa, que é uma das desigualdades mais acintosas e absurdas na minha opinião. Quanto a desigualdade, verificada de um pais para o outro, ou de região para região, esse tema se conecta perfeitamente com a ODS 4, que trata de educação de qualidade para todos. Se há educação de qualidade, as desigualdades de oportunidades serão cada vez menores. Ao trabalho!

ODS 16 Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis

A nível regional, o nosso país possui instituições fortes, e que funcionam na sua plenitude. As entidades representativas de classes, as esferas do judiciário, do legislativo, e etc. Mas me pergunto: será que a pujança, força e organização dessas entidades chegam a quem realmente mais precisa delas? Entendo elas serem pouco inclusivas, a justiça não chega para todos, e os meios de chegar a elas são dificultosos para quem não tem condições. Creio que conectar a sociedade com as instituições de representação, são o primeiro passo para o fortalecimento dessa mesma sociedade. Um bom exemplo: o acesso a justiça gratuita é um direito de todo o cidadão que não tenha condições financeiras para custea-la. Mas há desinformação pela população nessa questão. Outro exemplo: A corrupção nos poderes assola o país , prejudicando a qualidade de vida do cidadão. Um bom modo para combater isso, é fortalecendo as instituições de controle de desvios, para o melhor funcionamento da sociedade. Uma sociedade onde as instituições convivam e funcionem pacificamente, é o primeiro passo para uma caminhada exitosa da redução das desigualdades, ODS 10.